Artrite Reumatóide: Medicamentos Sintomáticos

Aqui tem um pouco da minha Vida com AR e muito de mim.

Minha foto

Sou mãe, mulher, amiga...uma pessoa humanizada e determinada a lutar incansavelmente pela igualdade de direitos. Apaixonada pela vida, determinada a ser feliz incondicionalmente!

Blogueira e Mobilizadora Social em Pro da Pessoa com Doença Reumática no Brasil.

Autora do Blog 
www.artritereumatoide.blog.br

Idealizadora do Grupo de Ajuda Mútua "EncontrAR"

Se vc vem do Blog e tem AR ou algum tipo de Doença Reumática faça parte do nosso Grupo no Facebook EncontrAR 
http://www.facebook.com/groups/encontrar/

Colunista  no Portal Reumatoguia 
www.reumatoguia.com.br

Colunista no Portal Artrite Reumatoide 

www.artritereumatoide.com.br

"Existe vida após a AR", tudo que fazíamos antes da AR, podemos fazer agora, só que de uma forma diferente. Enquanto houver alegria em meu coração, força e vontade de viver, a Dor da AR não me levará a tristeza. Acredite, Dor Compartilhada é Dor Diminuída, compartilhe a sua dor e saiba o quanto nos faz bem falar com gente como a gente. Aqui tem um pouco da minha história e muito de mim, deixe um pouco de você através dos comentários.(todos os comentários são respondidos)

A doença chega a nossas vidas derrepente e nos apresenta limitações e dificuldades até então desconhecidas. Passamos a viver uma vida de por quês?. Ansiedades, medos, inseguranças passam a fazer parte de nossos dias. Porém a vida não termina aqui, começa uma nova vida, onde temos que rever nossos conceitos, procurando adaptar toda uma vida, costumes, rotinas diárias e enfrentamos uma sociedade que preconceituosa, ainda rotula as doenças reumáticas como “doença de velho”, o que não é verdade. As doenças reumáticas estão presentes em todas as faixas etárias e por acreditar que Dor Compartilhada é Dor Diminuída, eu criei este blog em agosto/2007.

A missão deste blog é compartilhar experiências, divulgar informações e lutar pela melhoria da “qualidade de vida do doente reumático no Brasil”.

Unidos na missão de dizer ao mundo que somos artríticos sim + que estamos vivos, temos sonhos e acreditamos que um dia a tão sonhada “estabilização da doença” irá chegar e se prepare “mundo” somos pessoas com doenças reumáticas, com necessidades especiais e somos diferentes em nossas características + somos normais, amamos, choramos, podemos ter família, trabalhar, formar carreira, tudo, podemos todas as coisas sempre “respeitando nossos limites”

Faça parte da historia do blog, compartilhe, participe através de comentários ou escreva para o e-mail:

artritereumatoide.ar@gmail.com


Facebook Twitter LinkedIn Blogger Facebook Page YouTube

Contact me: Skype priscilanursing MSN priscilanursing@hotmail.com

Artrite Reumatoide Artrite em Atividade !!

Follow teststamp on Twitter

Twitter

Latest tweet: @lucianaholtz corrigindo, faço minhas suas palavras.. rs

Get this email app!

Faça parte da Comunidade Meu Reumatoguia http://www.meureumatoguia.com.br

http://www.reumatoguia.com.br


PROCURAR

Receba atualizações por e-mail, cadastre-se

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Medicamentos Sintomáticos

  • Antiinflamatórios Não Hormônais

  • Analgésicos

  • Glicocorticóides

Antiinflamatórios Não Hormonais

São indicados para diminuir a dor e a inflamação causadas pela artrite reumatóide, dificilmente seu tratamento sera realizado apenas com esse tipo de remédio, pois não promovem a redução de crises da doença, nem evitam sua evolução.

Outro problema é que seu uso contínuo pode provocar problemas estomacais, como gastrite e úlcera.

aaaaaaaaaa

Glicocorticóides

Os  Glicocorticóides (cortisona, prednisona) podem ajudar a amenizar os sintomas na AR. Esses medicamentos estão relacionados com o cortisol, que é um hormônio que existe naturalmente no organismo e controla muitas funções importantes do corpo como pressão do sangue e pulsação. Não podemos viver sem o cortisol.

Se voce tomar altas doses de glicocorticóides alguns meses, os efetios colaterais irão começar a ocorrer.

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Efeitos Colaterais:

  • Aparecimento de hematoma.
  • Osteoporose (fragilidade dos ossos)
  • Catarata
  • Glaucoma.
  • Ganho de Peso, rosto redondo.
  • Sensibilidade às infecções.
  • Pressão Alta
  • Problemas Psiquiátricos

Benefícios:

O objetivo do udo do corticoide é achar a menor dose efetiva, o que irá reduzir o aparecimento dos efeitos colaterais o máximo possive.

Entretanto, não se pode contar com os glicocorticóides como principal forma de tratamento para a maioria das pessoas com AR em todo curso da doença;

Se você usar corticoie regularmente, converse com o médico sobre cálcio e vitaminas, tal como outros medicamentos e hormônios.

Tomar glicocorticóides por um período prolongado pode fazer com que o corpo reduza ou perca a habilidade ede produzir glicocorticóides.

É perigoso parar repentinamente ou reduzir significadamente a dose de glicocorticóides que você esta tomando, pois o seu corpo pode não estar preparado para começar a produzir o cortisol com a rapidez suficiente.

 

Glicocorticóides são às vezes injetados em uma ou mais articulações.

As chamadas infiltrações

Esses tratamento podem reduzir a inflamação nas articulações que estão inchadas e doloridas, ou que estejam frequentemente tendo sintomas.

A injeção direta na articulação, através de seu efeito local, aumenta temporariamente seu funcionamento e evita a maioria dos efeitos colaterais indesejados que são vistos com comprimidos de glicocorticóides diários.

 

As injeções podem desencadear um efeito sistêmico temporário.

Esssas injeções podem gerar efeitos perigosos nas articulações e administradas mais do que algumas vezes ao ano.

Fonte: http://www.viverbemcomar.com.br/area%20aberta/default2.asp?pag=intro_AR#

http://www.msd-brazil.com/msdbrazil/patients/sua_saude/reumaticas/artrite/artrite1.html